O legado japonês na gestão: os 5S da qualidade

5s-materia-emprego-renda
A Gestão da Qualidade Total (TQM) baseia-se em uma estratégia administrativa, que visa à orientação para a consciência da qualidade em todos os processos envolvidos nas organizações. É uma gerência voltada para a qualidade na produção e nos serviços das empresas.
No final dos anos 60, os japoneses passaram a incluir a gestão da qualidade, em suas empresas, e identificaram a oportunidade de implantar um programa para complementar e potencializar o sucesso da qualidade total. Essa nova ferramenta foi denominada 5S.
O programa 5S envolve cinco palavras japonesas que envolvem e remetem à qualidade. São elas:
Seiri: organização do ambiente e da área;
Seiton: ordem e arrumação;
Seiso: limpeza e cuidado com o ambiente de trabalho;
Seiketsu: padronização, asseio e saúde;
Shitsuke: disciplina e rotina.
Os 5S podem ser estabelecidos como um plano estratégico, e, ao longo do tempo, passam a fazer parte da rotina da organização, contribuindo para o sucesso da gestão de qualidade total, sendo responsáveis por provocar mudanças comportamentais em toda a hierarquia da empresa. Além disso, os 5S aumentam a produtividade da organização, reduzem as despesas e diminuem os acidentes de trabalho, aumentando a satisfação de seus colaboradores.
De acordo com Hélvio Tadeu Cury Prazeres, professor do curso “Como Administrar Pequenas Empresas”, elaborado pelo CPT – Centro de Produções Técnicas, é preciso envolver todos os colaboradores na implantação de programas de gestão, desde o topo até a base da pirâmide hierárquica.
Os 5S podem ser adotados em qualquer empresa?
São muitas as empresas que, atualmente, possuem algum projeto ligado aos 5S. A variedade das dimensões dessas é enorme, contemplando desde microempresas até multinacionais.
Erroneamente, muitos acham que toda e qualquer ferramenta de qualidade é de uso exclusivo das multinacionais.
A adoção dos 5S, em micro e pequenas empresas, apresenta uma grande importância em sua disseminação na sociedade, uma vez que esse segmento de mercado está crescendo e englobando grande parte da economia brasileira, ocupando boa parte do mercado de trabalho.
Escrito por: Paula Leal de Oliveira Martins